Presidente Joe Biden elogia Angola na defesa do meio ambiente

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, elogiou, ontem, o desempenho do Governo angolano na defesa do meio ambiente, no quadro das acções de facilitação para adaptação às alterações climáticas.

 

O estadista norte-americano discursava na Conferência da Organização das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP27), que decorre no Centro Internacional de Convenções Tonino Lamborghini Sharm el-Sheikh, na República Árabe do Egipto.

 

Joe Biden ressaltou, na ocasião, o facto de Angola engrossar a lista de países beneficiários do projecto de facilitação para adaptação às alterações climáticas, baseado na transparência, parceria, protecção aos trabalhadores e ao ambiente. Um dos muitos projectos já em andamento e com resultados satisfatórios, enfatizou Joe Biden, é a parceria entre as empresas norte-americanas e o Governo de Angola, consubstanciado num investimento de dois biliões de dólares para a construção de novos projectos solares em Angola.

 

O Presidente Joe Biden aludiu, também, ao acordo assinado, em Washington, em Setembro último, entre o Ministério da Energia e Águas e a Sun Africa, empresa norte-americana que actua no sector das Energias Renováveis, em acto testemunhado pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço.

 

Na sua intervenção, o estadista norte-americano pediu, por outro lado, para que todos os países reduzam as emissões de gases com efeito estufa, assegurando que os Estados Unidos da América estão a fazer a sua parte na luta para limitar o aquecimento global.

 

Realçou, também, a necessidade de todos os países fazerem mais, renovar e elevar as respectivas ambições climáticas. Perante uma audiência de mais de mil personalidades participantes na COP27, a decorrer até 18 deste mês, Joe Biden lembrou que o seu país está a disponibilizar 150 milhões de dólares em iniciativas que apoiam especificamente os esforços de adaptação climática em toda a África, incluindo o exercício de adaptação que o Egipto e os Estados Unidos lançaram juntos, em Junho.

 

O Presidente norte-americano falou, também, das nações africanas consideradas mais vulneráveis, da insegurança alimentar e fome, após quatro anos de seca intensa no Corno de África, das enchentes do rio Níger, África Ocidental, devido às chuvas intensas, que causaram enormes danos às comunidades pesqueiras e agrícolas.

 

Sobre a Nigéria, aludiu às inundações que causaram a morte, recentemente, de 600 pessoas e provocaram mais de 1,3 milhão de deslocados. De resto, Biden resumiu a crise climática como elemento que ameaça a segurança humana, segurança económica, segurança ambiental, segurança nacional dos países e a própria vida do planeta.

 

Diante deste quadro, compartilhou indicações de como os Estados Unidos vão enfrentar a crise climática com urgência e determinação para garantir um planeta mais limpo, seguro e saudável para todos.

 

As suas acções, segundo o Presidente dos Estados Unidos da América, ajudarão a tornar a transição para um futuro de baixo carbono mais acessível para todos, acelerar a descarbonização, além das suas fronteiras.

 

Admitiu que o mundo enfrenta um desafio desgastante, especialmente devido à guerra entre a Rússia e a Ucrânia, que está a acelerar e a expandir a escassez de alimentos e os aumentos nos custos de energia, subindo a volatilidade nesses mercados de energia, elevando a inflação global.

 

Notou que “a guerra da Rússia só aumenta a urgência da necessidade de fazer a transição do mundo para fora de sua dependência de combustíveis fósseis”.

O post Presidente Joe Biden elogia Angola na defesa do meio ambiente apareceu primeiro em Mozambeats.

Source by [author_name]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *