Professora viraliza com vídeo ensinando crianças a ter uma visão positiva sobre a África

Professora fez com que em penas uma semana as crianças mudassem de visão sobre o continente

Nesta semana, um momento de grande um questionamento feito pela Lavínia Rocha, uma professora de história, aos alunos do 5º ano de um colégio particular localizado em Belo Horizonte, repercutiu bastante nas redes sociais.  Ela perguntou para os seu alunos “O que vocês pensam quando eu falo África?”. As respostas viralizaram a ponto de chegar em todo o país.

A princípio de tudo, as crianças de 9 e 10 anos pensaram no continente africano a um monte de estereótipos, como pobreza, pessoas negras e escravizadas. Querendo mudar a visão dos estudantes sobre esse continente, que é uma grande potência cultural e histórica, Lavínia Rocha resolveu promover uma aula imersiva sobre o tema.

foto africa

Na sema seguinte, ela gravou um novo vídeo e o conhecimento dos alunos cresceu e opiniões sobre o país mudaram completamente: “eles sabiam muito sobre agricultura, é rico em sal, em ouro…”, “os iorubás!”, “oralidade”, “cobre”, “quilombola”, e até “pente garfo”. Ao fundo, um aluno diz: “Eu me lembro do [Sadio] Mané. Ele é de Senegal!”, se referindo ao maior artilheiro da história do país, com 34 gols em 94 jogos oficiais.

Em conversa com o jornal BHAZ, Lavínia conta que a repercussão da aula a surpreendeu, embora ela já conhecesse o enorme potencial dos alunos. “Toda hora eu paro e fico incrédula. O que aconteceu com esse vídeo é inacreditável. Esse vídeo tocou em um lugar muito especial para muita gente e fugiu completamente do meu controle”, disse a professora ao falar que não leu nem metade dos comentários deixados na publicação.

Nas redes, famosos como Jéssica Ellen, Vitória Falcão, Isabela Garcia, Tati Machado, Manoel Soares, Rafael Zulu, Dan Ferreira, entre outros, vibraram com o vídeo de Lavínia.

Confira o post abaixo:

Relacionado



Source by [author_name]

2 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *