Stephen A. Smith diz que há um “joelho no pescoço de Kyrie Irving”

Stephen A. Smith diz que as pessoas estão colocando “o joelho no pescoço [de Kyrie Irving]”.

O comentário é em referência à reação aos comentários antissemitas da estrela do Brooklyn Nets. Smith dobrou seu apoio a Irving na sexta-feira durante o First Take da ESPN. “Tivemos tumultos que aconteceram nas ruas alguns anos atrás, e eu contei para todo mundo naquela época”, começou Smith. “Eu disse que quando George Floyd tinha aquele joelho no pescoço, o que as pessoas não entendiam fora da comunidade negra é que os negros estavam saindo porque estávamos dizendo de uma perspectiva figurativa, de uma perspectiva metafórica, sempre sentimos que tem um joelho no nosso pescoço.”

“E foi aí que a frustração e o fomento do vitríolo e da hostilidade, e ouso dizer violência, vieram à tona”, acrescentou Smith.“E aqui estamos nós novamente. Agora, isso não tem nada a ver com isso em uma perspectiva literal, mas é alguém, ou um monte de pessoas por aí tentando colocar o joelho e manter o joelho no pescoço de Kyrie.”

Capa Kyrie IrvingFoto: BENNY SIEU/USA TODAY SPORTS/REUTERS

“Kyrie não merece isso, ele cometeu um erro”, disse Smith. “Ele cometeu um erro. Ele teve que se desculpar por isso. Ele ficou envergonhado por causa disso, custou dinheiro por causa disso, ele foi suspenso por causa disso.” Stephen A. Smith também acredita que a comunidade judaica deve ser capaz de perdoar Irving. Isso se o comissário Adam Silver disser que Kyrie Irving aprendeu a lição.

Os Nets originalmente suspenderam Irving por compartilhar um filme antissemita no Twitter e não se desculpar por isso. Não está claro quando Irving retornará para as quadras. O dono do Nets, Joe Tsai, comentou recentemente que ele “tem que mostrar às pessoas que está arrependido” antes que isso aconteça.

O post Stephen A. Smith diz que há um “joelho no pescoço de Kyrie Irving” apareceu primeiro em Mozambeats.

Source by [author_name]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *